Caixas registradoras em 14 de marco de 2013

Todo empresário que usa uma caixa registradora privada em uma empresa privada luta com o segundo problema todos os dias que esses dispositivos podem gerar. Como qualquer equipamento eletrônico, as caixas registradoras não são independentes de doenças e às vezes estragam. Nem o proprietário de uma empresa sabe que, em qualquer momento em que os registros são reproduzidos usando uma caixa registradora, ele deve se lembrar de um novo dispositivo - agora, em caso de falha do básico.

A falta de uma caixa registradora de back-up para a venda continuada de produtos ou serviços pode resultar em penalidades impostas pela administração fiscal, pois isso evitará que a lista de vendas seja quebrada no ponto de ruptura do equipamento principal. Os documentos armazenados com a caixa registradora devem incluir um livro fiscal de serviço de caixa registradora. O documento inclui não só quaisquer reparações do dispositivo, mas também dados sobre a fiscalização da caixa registadora ou alteração dos seus pensamentos. Na posição de serviço, você deve inserir um número único, que foi dado ao caixa pela administração fiscal, o nome da empresa e o endereço das instalações onde a caixa registradora é usada. Todas essas dicas são necessárias para o sucesso do controle da administração fiscal. Qualquer turno na memória da caixa registradora e sua mudança vai para as atividades de um serviço especializado, com o qual todas as empresas que usam caixas registradoras devem assinar um contrato. O que é bom - você deve informar o escritório fiscal sobre cada mudança do serviço de caixa. As vendas em quantias fiscais devem funcionar de maneira contínua, portanto, se a caixa registradora estiver cheia, a opinião deve ser trocada por uma nova, embora tenha que ler a memória. A leitura da memória da caixa registradora provavelmente existe - assim como sua mudança, feita única e exclusivamente por uma entidade autorizada. Além disso, precisa ser feito na presença de um funcionário da administração fiscal. A partir da leitura da caixa registradora fiscal, um protocolo apropriado é feito, uma cópia do que vai para o escritório de impostos e permanece para o empreendedor. Ele exige que este protocolo seja armazenado de acordo com outros documentos conectados à caixa registradora - seu erro pode resultar na imposição de uma penalidade pelo escritório.